ANET já é Ordem

Foi publicada no passado dia 27 de Julho no Diário da República a redenominação da Associação Nacional dos Engenheiros Técnicos (ANET). Esta passará a denominar-se Ordem dos Engenheiros Técnicos (OET).

Eis o comunicado de Augusto Ferreira Guedes, presidente da ANET:

“A ANET congratula-se com a decisão do Senhor Presidente da República em promulgar a alteração dos Estatutos da ANET e a consequente redenominação para Ordem dos Engenheiros Técnicos. Com este acto o Senhor Presidente da República reconhece, a par da Assembleia da República e do Governo, a necessidade de fazer justiça a uma Classe que, desde 1852, contribui para o desenvolvimento do país, para o desenvolvimento da Engenharia Nacional e o incremento do bem estar dos Portugueses.

A criação da Ordem dos Engenheiros Técnicos – Lei n.º 47/2011, de 27 de Junho – confirma inequivocamente a representatividade do primeiro ciclo da formação em engenharia invertendo o caminho que, a determinado ponto do desenvolvimento do processo, outros pretenderam fazer. Com esta publicação fica reconhecido, definitiva e cabalmente, o Valor, a Capacidade e a Mais-valia desse grau de formação para o efectivo exercício da Engenharia em Portugal a exemplo do que se passa na maioria dos restantes países da Europa e do Mundo.

Esta decisão do Estado Português veio confirmar e ratificar tudo o que anteriormente temos dito, realçando a verdade insofismável relativamente ao reconhecimento, efectivo, do papel determinante dos Engenheiros Técnicos no Desenvolvimento Nacional e no Reconhecimento da Qualidade da Engenharia Portuguesa, aquém e além fronteiras.

Estamos certos que esta decisão agora tomada, criando a Ordem dos Engenheiros Técnicos, conduz a que seja possível ultrapassar décadas de preconceitos e que muito têm prejudicado a Engenharia Portuguesa. Fazemos votos para que seja possível dar início a uma nova era na vida Nacional no que ao exercício da Engenharia diz respeito.

Esta é a hora de dizer que estamos disponíveis para, de uma forma concertada, continuar a Regulação Efectiva da Engenharia em Portugal, facto pelo qual temos vindo, com a nossa actuação, a pugnar e que esperamos ser possível desenvolver de uma forma mais alargada e em concertação com todas as associações profissionais de direito público nossas congéneres.

A Ordem dos Engenheiros Técnicos é fruto da força das convicções e podemos dizê-lo sem constrangimentos que os Engenheiros Técnicos são, hoje, a Excelência da Engenharia Portuguesa.”

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: